PROTEÇÃO AMBIENTAL PARA VARGENS

O mês de outubro foi importantíssimo para as regiões de Vargens e para a ACIR, incansável na busca por melhorias no cotidiano da região - tanto para moradores quanto para investidores - em suas demandas e ações.

No último dia 17, aconteceu a audiência pública territorial pela Comissão Especial do Plano Diretor, na Associação de Moradores e Amigos de Vargem Grande, para discutir proposições do Projeto de Lei Complementar Nº 44/2021 para Vargens Grande e Pequena, bem como partes dos bairros do Camorim, Recreio dos Bandeirantes e Barra da Tijuca.


O encontro tratou das áreas que fazem parte do PEU, Plano de Estruturação Urbana, dos bairros mencionados no parágrafo anterior. Tal ato pretende revogar o PEU atual e outros existentes no município, incorporando todos os parâmetros em apenas uma legislação.


Ainda sobre este assunto, no último dia 25, tivemos a presença do promotor do Ministério Público, o senhor José Alexandre Maximino em nossa reunião mensal de diretoria.


Em pauta estavam assuntos tais como o controle de saneamento da região e o ecossistema referente a bacia de Jacarepaguá, que impactam diretamente em nossa economia, nos serviços gerais, moradia e no turismo.


Estamos contentes por conseguir trazer o Ministério Público para a mesa de discussão no que tange temas como dragagem dos nossos canais, os REVIS e as ocupações irregulares que acarretam sérios riscos a vida e afetam diretamente a conservação do meio ambiente. Tais tópicos estão diretamente ligados à ACIR, pois como entidade empresarial, nosso foco é promover ações que contribuam, em conjunto dos empresários locais e habitantes, evolução econômica e social para Vargens e Recreio dos Bandeirantes.


Saiba mais aqui

8 visualizações0 comentário