top of page

XIX FÓRUM DO MEIO AMBIENTE

Atualizado: 1 de mar. de 2023



No próximo dia 29 de março teremos a 19º edição do Fórum do Meio Ambiente, promovido pela ACIR, onde buscamos debater temas e oferecer propostas para a melhoria nas condições de moradia e comercial em nossa região.


Na primeira edição de 2023, traremos os desdobramentos das ações propostas no último encontro. Contaremos com a presença do vice-governador, do secretário do meio ambiente, do Ministério Público e das concessionárias envolvidas no processo de despoluição do canal de Sernambetiba e do Sistema Lagunar. Veja aqui a matéria sobre o XVIII Fórum, ocorrido em 07 de dezembro de 2022, e os projetos propostos.


Nosso principal objetivo é conseguir, junto ao poder público, melhorias que contribuam para o crescimento econômico e da qualidade de vida através de plano sustentável para geração de empregos e, consequentemente, maior apelo turístico para o Recreio e Vargens Grande e Pequena.



Dentre às propostas, solicitamos o aumento da malha cicloviária na cidade do Rio de Janeiro, onde propusemos uma via de cerca de 3 quilômetros, exclusiva para bicicletas, com intuito de ligar, pela Avenida Vereador Alceu de Carvalho (Estrada do Rio Morto) a ciclovia da orla do Recreio àquela existente na Estrada dos Bandeirantes, que inaugurada em 2021, acabou se transformando em abril de 2022, em tema de reportagem do Diário do Rio, que denotou a invasão da areia e solo danificado por conta das fortes chuvas na ocasião – por isso, voltamos nossos esforços para que o local passe por reforma e volte a atender à população.


É importante destacar, ainda, que além da ciclovia, o poder público nos ouviu quanto a limpeza e drenagem do canal de Sernambetiba e Rio Morto, onde já foram retiradas mais de 90 mil toneladas de lixo de seu curso, como também é possível verificar em matéria publicada no site da ACIR.


Continuamente estamos trazendo em nosso boletim informativo mensal, o desenrolar de todas as ações que temos solicitado à subprefeitura da Barra da Tijuca e aos demais órgãos públicos pertinentes.



Você leu a nossa última edição do boletim? Se perdeu, clique aqui e veja nossa sugestão para combater os alagamentos na Estrada do Rio Morto.



39 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page