top of page

XIII FÓRUM DO MEIO AMBIENTE REÚNE AUTORIDADES E ESPECIALSITAS

A ACIR em conjunto com o HotéisRIO, realizou no último dia 07 de dezembro (2022), o 18º Fórum do Meio Ambiente, com o intuito de debater ações para a preservação do meio ambiente nas regiões da Barra, Recreio e Vargens Grande e Pequena.


A sabatina contou com a presença de autoridades e especialistas no assunto, como o professor de oceanografia da UERJ e Oceanógrafo engenheiro costeiro ambiental, David Zee, que nos entregou informações a respeito das ações que precisam ser aplicadas na região, visando evitar transtornos tão comuns do atual momento. “A baixada de Jacarepaguá, como o próprio nome diz, é uma planície rasa e com risco natural de inundações. Para se tornar habitável foi necessário cortar as áreas de várzeas em canais para drenar as águas empoçadas durante as chuvas de verão, que sempre ocorreram em nossa cidade”. Ele continuou sua fala destacando a exigibilidade da desobstrução constante dos canais: “Com o corte das áreas, foi possível conquistar a parte litorânea oeste do Rio, contudo, esse avanço requer a manutenção desse espaço urbano, exigindo constante desobstrução dos canais de drenagem e a garantia da ampla ligação do mar com o canal de Sernambetiba. Caso contrário as chuvas intensas, e a própria obstrução dos canais e ausência de saída para o mar, irão provocar alagamentos e inundações, causando insegurança social para os moradores de Vargens e Recreio dos Bandeirantes, além do enorme prejuízo à economia da região, fundament


ada no turismo e comércio”.


O fórum discutiu, ainda, a respeito da despoluição do sistema lagunar da Zona Oeste – o qual a ACIR foi habilitada como integrante do Comitê Hidrográfico da Baía de Guanabara (Veja aqui a matéria) -, e o desenvolvimento econômico na região.



Segundo o presidente da ACIR e do HotéisRIO, Alfredo Lopes, o fórum tem como principal objetivo chamar a atenção da população para as questões ambientais e conscientizar a sociedade. “É necessário equilibrar as demandas do crescimento econômico com a questão ambiental. Temos que ser capazes de construir um modelo de administração que atenda os dois lados. Considerando que o turismo é a principal vocação da nossa cidade, não podemos sofrer com os odores desagradáveis que às vezes afetam nossa região, assim como não é possível impedir a circulação de pessoas. A solução passa por alinhar poder público e iniciativa privada”.



Como divulgado em matéria anterior em nosso boletim informativo, a Prefeitura do Rio de Janeiro já está realizando o trabalho de drenagem da região das Vargens, enquanto a empresa Iguá Saneamento, nova concessionária do serviço, será a responsável por despoluir todo o sistema lagunar da região.


O Rio de Janeiro tem o segundo maior PIB do Brasil e o 30ª maior (de acordo com dados do IBGE) em todo o planeta, portanto, não podemos abrir mão do cuidado para com a nossa cidade. É necessário manutenir áreas importantes para o desenvolvimento constante do nosso Estado, trabalhando incansavelmente para a melhoria da experiência de moradia da nossa sociedade, bem como entregar um turismo inesquecível para quem busca viver a cidade maravilhosa em seus dias de lazer.




A iniciativa anual de realizar o fórum ambiental é uma das principais demandas da ACIR, e não mediremos esforços para fazer do Rio, e principalmente das regiões da Barra, Recreio e Vargens lugares inesquecíveis e de constante contato com a natureza, explorando ao máximo os recursos naturais presente em nosso solo.


Agradecemos a todos que participaram, desde os palestrantes, autoridades e o público em geral. Também agradecemos ao eSuites Hotel Recreio Shopping, o antigo Ramada, por abrir as suas portas para que pudéssemos realizar o encontro.




Visite nosso instagram.

12 visualizações0 comentário
bottom of page